Literatura, hackers e liberdade

Entrei recentemente numa cruzada para colocar os meus quase 600 feeds em dia, (infelizmente não consigo usar a tática já adotada pelo André Noel de “Mark all as read”).
Hoje, em uma série de leituras já antigas num dos mais interessantes blogs que tenho aqui, o blog do verdestrigos acabei percebendo alguns textos que não falam do mesmo assunto, mas que juntos me chamaram a atenção, por abordar os temas de uma forma bem interessante e inteligente, me permitindo fazer uma interseção muito maluca, coisa da minha mente brilhante, deixa =) As notícias são: A indicação do BrOffice para escrita de livros, os crackers que são obrigados a ler e fazer resumos de obras clássicas e a vida de uma blogueira e meio hacker que já não muito anônima em Cuba, lutando a favor da liberdade de expressão.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: